Revista científica de Produção Animal volta a circular após reformulação


Por Fernanda Rodrigues

Totalmente reformulada, a Revista Científica de Produção Animal volta a circular em novo formato, o digital. O editor chefe do periódico,  o professor Humberto Vilar, da Universidade Federal da Paraíba, Campus Bananeiras, ressaltou a importância do veículo para contribuir com a comunidade científica. “Tudo depende da qualidade dos artigos publicados. A revista é o elo entre o pesquisador e a comunidade cientifica”, disse.

Inicialmente, os artigos serão aceitos em português, espanhol e inglês, e publicados nos três idiomas. No entanto, a intenção do conselho editorial é adotar apenas o inglês, por se tratar da língua internacional da ciência.  De acordo com Vilar, a adoção do inglês aumenta as chances de citações da publicação, aumentando o índice de atratividade da revista. E também eleva o nível Qualis da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). “Assim estaremos no patamar das principais  publicações científicas do mundo, ou seja, internacionalizados “, salientou Vilar.

Por enquanto, o periódico retoma as atividades em edições semestrais. Porém, a intenção é aumentar a periodicidade, sobretudo porque a volta da circulação vai estimular a produção dos estudantes, docentes e profissionais. Os artigos serão oriundos dos programas de pós-graduação, institutos federais e empresas estaduais de pesquisa.

As áreas mais abordadas pelo periódico tem sido manejo produtivo, nutrição animal, bioclimatologia animal, melhoramento genético e avaliação de alimentos. A revista é uma publicação da Sociedade Nordestina de Produção Animal (SNPA). Acesse: http://www.ojs.ufpi.br/index.php/rcpa/index