Encontrados novos marcadores para a qualidade da cortiça

Equipa do Instituto Superior de Agronomia (ISA) revela marcadores moleculares associados aos defeitos da cortiça usando nova abordagem epigenómica.

Portugal é o maior produtor e transformador industrial mundial de cortiça.

O desempenho tecnológico e valor comercial da cortiça estão dependentes da sua qualidade, avaliada pelos seus defeitos, como são a presença de prego e a porosidade. Apesar da sua extrema importância económica, os factores que regulam estes defeitos são ainda pouco conhecidos.

Usando uma abordagem epigenómica, uma equipa englobando elementos dos Centros de Investigação do ISA (LEAF e CEF), do Laboratório GPlants, do ITQB e do INIAV, encontrou pela primeira vez marcadores epigenéticos significativamente associados com o prego e a porosidade, que poderão ser usados como novas ferramentas para avaliar a qualidade da cortiça.

Fonte: Agrotec, Revista Técnico Científica Agrícola

 

Leave A Comment